Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Discipulado » Medo

Medo

A- A+

A Bíblia deixa claro que um dos motivos que levaram Elias, o grande homem de Deus, a fugir e se esconder na caverna foi o medo.

1 Reis 19:3

Temendo, pois, Elias, levantou-se, e, para salvar sua vida, se foi, e chegou a Berseba, que pertence a Judá; e ali deixou o seu moço.

A Bíblia deixa claro que um dos motivos que levaram Elias, o grande homem de Deus, a fugir e se esconder na caverna foi o medo. Apesar do profeta haver confrontado e resistido corajosamente à Jezabel por anos, dessa vez, diante da ameaça dessa “maligna mulher, uma porta se abriu em sua alma para o medo.

O medo é implacável e faz os mais convictos duvidarem, os mais fortes fraquejarem e os mais destemidos fugirem. Foi exatamente o que aconteceu com Elias.

I. A AÇÃO DO MEDO 

1. Distorce e convence nossos pensamentos (convicções)

A primeira ação do medo é colocar em cheque (dúvida) as verdade nas quais cremos. Ele faz com que enxerguemos as coisas (pessoas e situações) distorcidamente.

Ex: Os 10 espias – Nm 13:33; Js 2:9-11. A visão distorcida pelo medo os fez desistir.

Ex: Geazi – II Re 6:15-17 (Geazi não conseguia enxergar toda a situação, apenas parte dela).

Ex: João Batista – Jo 1:29,34; Mt 11:2,3. As convicções do grande João (Mt 11:11; Lc 1:15,17), agora preso, estavam abaladas, provavelmente pelo medo da morte (Mc 6:19).

Muitas vezes tememos os homens porque descremos do respaldo de Deus.

 
2. Domina nossos sentimentos

O segundo passo do medo sobre nós em busca de nos fazer desistir, é desestruturar nossas emoções. Muitas vezes chega a atingir nosso físico, tamanha a ingerência (calafrios, dores de barriga, alteração da pressão, etc)

Ex: Daniel – Dn 10: 4-9,12,16-19. Além de estar sob o poder de Deus, Daniel também sentia medo pelo que via. Ver a Deus, significava morrer (Jz 6:22,23; Is 6:5)

3. Governa nossas decisões

Por último, o medo assume o controle das nossas decisões e vontade, e nos faz agir contra o que sempre críamos.

Ex: Pedro – Jo 13:37; Mt 26:35; Lc 22;33,34. Apesar de ter declarado tão veementemente que jamais abandonaria Jesus, Pedro (e os demais) o negou e fugiu diante da “ameaça de morte”.

Ex: Saul. Apesar de ter promessas tremendas de Deus (I Sm 9:20), fracassou terrivelmente por permitir desde cedo que o medo dominasse sua vida - I Sm 10:22; 28:5; 15:24; 18:12,15; 31:3

Ex: Pessoas que desistem ou nunca assumem o ministério por medo de fracassar, ser comparado, não agradar seus líderes, etc

 

II. VENCENDO O MEDO

1.     Precisamos nos firmar na verdade – Jo 8:32 

A. Deus é maior e mais poderoso do que tudo e todos – I Jo 4:4

B. Deus tem o controle da vida dos seus filhos. Nada acontece por acaso na vida dos fiéis – Rm 8:28; II Cr 20:5,6,12

“O homem de Deus é imortal até que tenha cumprido o seu propósito sobre a terra”

C. O maior de todos os medos é o da morte. Vencendo-o, os demais ficam mais fácil – II Tm 1:12; I Jo 5:18

Ex: Quatro leprosos – II Re 7: 3,4. Esses quatro leprosos enfrentaram a ameaça de morte e consequentemente seus inimigos (siros). 

2. Precisamos fazer guerra espiritual e resistir ao diabo – Sl 18:4,5

A maioria das vezes, o medo é fruto da fragilidade da nossa alma. Mas, em algumas situações é uma influência demoníaca que nos oprime. Nesses casos precisamos resistir a Satanás firmes na fé e combate-lo com a verdade da Palavra.

3. Precisamos ter uma experiência profunda com o amor de Deus – I Jo 4:18

Muitas vezes o medo é resultado da falta de revelação do amor do Pai. O amor que Ele tem por nós é que nos garante a provisão, o livramento, etc

4. Precisamos enfrentar o medo – I Sm 17:44,45

Todos sem exceção são afrontados pelo medo.

“Não há uma terceira opção, ou vencemos o medo ou somos vencidos por ele”

Enfrentamos o medo guardando a fé, a confissão da verdade e as decisões corretas – Sl 3

SALMOS 91

1. O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente

2. diz ao SENHOR: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio.

3. Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.

4. Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; a sua verdade é pavês e escudo.

5. Não te assustarás do terror noturno, nem da seta que voa de dia,

6. nem da peste que se propaga nas trevas, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

7. Caiam mil ao teu lado, e dez mil, à tua direita; tu não serás atingido.

8. Somente com os teus olhos contemplarás e verás o castigo dos ímpios.

9. Pois disseste: O SENHOR é o meu refúgio. Fizeste do Altíssimo a tua morada.

10. Nenhum mal te sucederá, praga nenhuma chegará à tua tenda.

11. Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos.

12. Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra.

13. Pisarás o leão e a áspide, calcarás aos pés o leãozinho e a serpente.

14. Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome.

15. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angústia eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.

16. Saciá-lo-ei com longevidade e lhe mostrarei a minha salvação.

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa